Bio-Imune®

Valor sob consulta

Fungicida e Bactericida Microbiológico

Disponível por encomenda

Apresentação do Produto

Bio-Imune® é um fungicida e bactericida microbiológico altamente eficaz no manejo de doenças da parte aérea da planta, protegendo-a por completo, estimulando seu crescimento e melhorando a sua sanidade e qualidade da lavoura.

Além da excelente ação de controle, também proporciona diversos outros benefícios às plantas.

O primeiro multissítio biológico registrado no Brasil para ferrugem da soja.

 

Registro no MAPA: 43418 – Bacillus subtilis BV02

 

Eficácia comprovada para manejo de:
Alternaria solani (Pinta-preta)
Colletotrichum acutatum (Flor preta)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Colletotrichum lindemuthianum (Antracnose do feijão)
Colletotrichum truncatum (Antracnose da soja)
Hemileia vastatrix (Ferrugem do cafeeiro)
Phakopsora pachyrhizi (Ferrugem asiática)
Colletotrichum acutatum (Podridão-Floral-dos-citros)
Pseudomonas syringae pv. Garcae (Mancha aureolada)
Pseudomonas syringae (Pinta bacteriana)
Sclerotinia sclerotiorum (Mofo branco)
Uncinula necator (Oídio)
Xanthomonas vesicatoria (Mancha bacteriana)

Vídeo

 

  • Formulação de alta tecnologia e concentração (3×109 UFC/mL);
  • Inibe a penetração do patógeno na planta;
  • Promotor de crescimento;
  • Produção de metabólitos;
  • Alta flexibilidade de aplicação e carência zero;
  • Proteção contra doenças, tendo registro para antracnose, ferrugem-do-cafeeiro, mancha-bacteriana, pinta-preta, oídio, podridão-floral-do-citrus, mancha aureolada e pinta-bacteriana;
  • Contém substâncias que tonificam as plantas e induz as mesmas a se protegerem contra doenças à medida que ativam os genes de resistência;
  • Proteção contra doenças e auxilia na qualidade de frutos;
  • Compete contra patógenos por espaço e nutriente e impede a germinação de fungos e bactérias que causam doenças.

 

MECANISMO DE AÇÃO

GARANTIAS (p/p)

Bacillus subtilis BV02 (Mínimo de 3 x 109 UFC/mL)

 

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Natureza física: Fluido – Suspensão Concentrada (SC)

– Aplicação aérea

Utilizar avião agrícola equipado com barra com bicos, que promovam uma cobertura homogênea, conforme as recomendações do fabricante;

 

– Aplicação terrestre

A aplicação deve ser realizada através de pulverizador costal ou de barra tratorizado, calibrado para trabalhar com pressão e volume de calda constante. Devem ser equipados com pontas que reduzam perdas por deriva e promovam uma cobertura homogênea, conforme as recomendações do fabricante. Independente da cultura, indica-se que a aplicação seja realizada com o solo úmido ou, caso necessário, com leve irrigação após a aplicação do produto;

 

– Limpeza do tanque e bicos de pulverização

A limpeza deve ser realizada antes do preparo da calda de pulverização. Possui objetivo de eliminar resíduos de herbicidas, inseticidas e/ou fungicidas químicos. Deve ser realizada com sabão neutro, longe de lagos e rios. Os resíduos devem ser descartados em local apropriado de acordo com a legislação;

 

– Preparo da calda

– A aplicação deve ser realizada logo após o preparo da calda de pulverização e o equipamento utilizado deve realizar a agitação constante da calda;

– O volume de calda deve ser adequado, garantindo a cobertura total da área aplicada, seguindo os parâmetros mais indicados para a cultura tratada;

– Verificar a compatibilidade biológica de produtos químicos utilizados em mistura. As aplicações deverão ser realizadas nos horários mais frescos do dia ou com céu nublado, com umidade relativa do ar acima de 60%.

Bula GHS Bio-Imune REV21 02-08-2021

Rótulo GHS Bio-Imune REV20 12-03-2021

Bio-Imune – FE – português

Bio-Imune – FISPQ – português

Descrição

Bio-Imune® é um fungicida e bactericida microbiológico altamente eficaz no manejo de doenças da parte aérea da planta, protegendo-a por completo, estimulando seu crescimento e melhorando a sua sanidade e qualidade da lavoura.

Além da excelente ação de controle, também proporciona diversos outros benefícios às plantas.

O primeiro multissítio biológico registrado no Brasil para ferrugem da soja.

 

Registro no MAPA: 43418 – Bacillus subtilis BV02

 

Eficácia comprovada para manejo de:
Alternaria solani (Pinta-preta)
Colletotrichum acutatum (Flor preta)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Colletotrichum lindemuthianum (Antracnose do feijão)
Colletotrichum truncatum (Antracnose da soja)
Hemileia vastatrix (Ferrugem do cafeeiro)
Phakopsora pachyrhizi (Ferrugem asiática)
Colletotrichum acutatum (Podridão-Floral-dos-citros)
Pseudomonas syringae pv. Garcae (Mancha aureolada)
Pseudomonas syringae (Pinta bacteriana)
Sclerotinia sclerotiorum (Mofo branco)
Uncinula necator (Oídio)
Xanthomonas vesicatoria (Mancha bacteriana)

Vídeo

EMBALAGENS

Fardos com 12 unidades de 1 L

Fardos com 4 unidades de 5 L

Containers de 1.000 L

 

PRECAUÇÕES DE USO

– Produto para uso exclusivamente agrícola;

– Não coma, não beba e não fume durante o manuseio e aplicação do produto;

– Não manuseie ou aplique o produto sem os equipamentos de proteção individual (EPI) recomendados;

– Os equipamentos de proteção individual (EPI) recomendados devem ser vestidos na seguinte ordem: macacão, botas, óculos de segurança com proteção lateral, máscara e luvas;

– Não utilize equipamentos de proteção individual (EPI) danificados;

– Não utilize equipamentos com vazamentos ou defeitos;

– Não desentupir os bicos, orifícios e válvulas com a boca;

– Não transporte o produto juntamente com alimentos, medicamentos, rações, animais e pessoas.

 

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Por se tratar de um biodefensivo, sempre consultar a tabela de compatibilidade com demais produtos, inclusive adjuvantes.

Produto de uso exclusivamente agrícola. PRODUTO NÃO CLASSIFICADO e POUCO PERIGOSO AO MEIO
AMBIENTE (CLASSE IV). Consulte sempre um engenheiro agrônomo e siga corretamente as instruções
recebidas. É importante optar pelo manejo integrado de praga. Venda sob receituário agronômico. Leia o rótulo e faça-o a quem não souber ler. Para manusear o produto, utilize equipamentos de proteção individual especificados no rótulo e bula. As embalagens devem ser destinadas as unidades de recebimento do inpEV.

Em casos de dúvidas, consulte os nossos especialistas.