Envolvimento de profissionais do mercado em associações e grupos de pesquisa garante melhoria no desenvolvimento tecnológico de produtos para a agricultura

setembro 13, 2018

Diretor do Grupo Vittia, José Roberto Pereira de Castro, preside a ANPII – Associação Nacional dos Produtores e Importadores de Inoculantes, que está desenvolvendo pesquisa inédita em parceria com a Universidade Federal do Paraná

Como presidente da ANPII, José Roberto Pereira de Castro é uma liderança na condução de importante aliança realizada pela Associação e a Universidade Federal do Paraná (UFPR), para o desenvolvimento de inoculantes resultante de novas estirpes de Azospirillum brasilense, uma bactéria fixadora de nitrogênio e promotora de crescimento vegetal, muito importante e utilizada em diversos cultivos.

José Roberto explica que, como o nitrogênio é o nutriente demandado em maiores quantidades na produção dos principais cultivos, supri-lo de forma econômica e sustentável é crucial. “Essa pesquisa é de extrema importância para o desenvolvimento de novos inoculantes para o Brasil, pois estes microrganismos apresentam potencial de fixação de nitrogênio maior que que o material atualmente utilizado”, explica.

A parceria entre universidade e associação foi assinada durante a Relare 2018, Reunião da Rede de Laboratórios para a Recomendação, Padronização e Difusão de Tecnologia de Inoculantes Microbianos para interesse agrícola, no dia 29 de agosto. As pesquisas iniciais com a bactéria mostraram potencial de fixação de nitrogênio maior do que o material atualmente utilizado pelos inoculantes disponíveis no mercado e a sua comprovação nos ensaios de campo iniciará um novo ciclo de aprimoramento dos inoculantes, com tecnologia totalmente brasileira.

Para o Grupo Vittia, a participação de José Roberto em pesquisas deste nível, envolvendo grandes pesquisadores e universidades, vem ao encontro do novo momento da empresa. O rápido crescimento do Grupo e a participação cada vez mais expressiva no campo, se dá por meio de pesquisas sérias e o desenvolvimento de produtos de alta performance, qualidade e sustentabilidade para as lavouras brasileiras.